Transtorno Bipolar

Tipos de Transtorno Bipolar

Entende-se que o Transtorno Bipolar (TB) é reconhecido como uma ponte entre as classes diagnósticas da esquizofrenia (e transtornos psicóticos relacionados) e os transtornos depressivos. Essa classificação se dá em virtude da sintomatologia, história familiar e genética do transtorno em questão.

Dos diferentes tipos de TB, temos o T. Bipolar Tipo I, T. Bipolar Tipo II e o Transtorno Ciclotímico. Contudo, cada transtorno possui suas características próprias que os distinguem entre si.

Os critérios para Transtorno Bipolar Tipo I representam o entendimento moderno do transtorno maníaco-depressivo clássico, onde, no século XIX, era conhecido como psicose afetiva.
Entretanto, o TB Tipo I difere da descrição clássica de psicose afetiva no sentido de não haver exigência de psicose ou de experiência na vida de um episódio depressivo maior.

O Transtorno Bipolar Tipo II, que requer um ou mais episódios depressivos maiores e pelo menos um episódio hipomaníaco durante o curso da vida, não é mais considerado uma “condição mais leve” que o TB Tipo I. Isso porque a instabilidade do humor vivenciada por bipolares tipo II acompanha prejuízos significativos nos funcionamentos pessoal, social e profissional.

O diagnóstico de Transtorno Ciclotímico é feito em adultos que têm, pelo menos, 2 anos de períodos hipomaníacos e depressivos. No entanto, em crianças, esse tempo a ser considerado cai para 1 ano.

Por fim, é importante dizermos que muitas substâncias psicoativas, medicamentos prescritos e até condições médicas podem induzir fenômenos semelhantes a um episódio maníaco. De tal forma, devem ser considerados os diagnósticos de T. Bipolar induzido por substância/medicamento e T. Bipolar devido a outra condição médica.

 

Saiba um pouco mais sobre alguns tipos de Transtorno Bipolar:

Transtorno Bipolar Tipo I
Transtorno Bipolar Tipo II
Transtorno Ciclotímico

 

Dr. Helio Fádel
Psiquiatra Clínico e do Esporte