Por que ter um psiquiatra do esporte na equipe?

Por que incorporar um psiquiatra do esporte no staff de uma equipe esportiva? A necessidade de ter uma equipe multidisciplinar para o esporte é fundamental para garantir o bom desempenho e a saúde dos atletas. E o psiquiatra esportivo tem muito a acrescentar nessa equipe.

Familiaridade com a equipe

A adoção do modelo in loco se vale do contato regular e familiaridade do profissional psiquiatra com a equipe. Ou seja, é importante a presença do psiquiatra no local de treinamento – metodologia já empregada nos EUA e países europeus.

No Brasil, a interação entre a psiquiatria e os esportes ainda se dá de forma terceirizada. Com isso, o encaminhamento do atleta ao psiquiatra “externo” acontece geralmente apenas em situações pontuais (o que não favorece a medicina preventiva).

Otimização dos cuidados em saúde

Contar com o psiquiatra, diariamente nos treinos e competições, representa uma importante otimização dos cuidados em saúde mental no esporte. Além disso, melhores resultados na performance individual e coletiva.

Psiquiatra do esporte é para todas as modalidades

Seja para organizações amadoras ou equipes de alto rendimento. Os benefícios são altamente relevantes a curto, médio e longo prazo.

Também vale para qualquer esporte: individual, coletivo e modalidades olímpicas – desde as categorias de base.

Melhor prognóstico, intervenção mais eficiente

Uma vez que diversos transtornos mentais surgem ao final da adolescência e início da idade adulta, quanto mais precoce a intervenção, melhor o prognóstico.

Assim, o psiquiatra do esporte proporciona aos atletas e gestores da agremiação uma base de acompanhamento contínua e eficiente na prevenção e eventual intervenção em saúde mental.

Conhecimento especializado

Além da capacitação técnica, sua assistência é baseada em conhecimentos específicos voltados ao esporte. Isso promove maior relação de confiança com o atleta, melhor vínculo médico-paciente e boa adesão ao tratamento.

Abordagem interdisciplinar

Todo esse trabalho é ainda mais bem desenvolvido quando sintonizado com os psicólogos do esporte (indispensáveis no cuidado dos aspectos psicológicos dos atletas), médicos do DM, coaches, assistentes sociais, dentre outros.

Ambiente de necessidades

Sabe-se que o ambiente competitivo pode ser fator desencadeador para quadros como ansiedade, depressão, estresse agudo, dor crônica, burnout, transtornos alimentares, insônia, uso de substâncias.

Portanto, em um universo onde tantos recursos são disponibilizados para as questões físicas, por que não prover o mais completo assessoramento também para os aspectos mentais?!

psiquiatra do esporte - Por que ter um psiquiatra do esporte na equipe?

Leia também…

Transtornos mentais no esporte.

Uso de substâncias e dopping no esporte.

Conheça 10 dicas para saúde mental.