Pessoas tóxicas que devemos evitar

Devemos evitar pessoas tóxicas

Quando as relações passam a ser nocivas para nossa SAÚDE MENTAL, podemos estar falando de pessoas tóxicas. Assim, temos a opção de nos afastar ou podemos desenvolver recursos próprios para lidarmos melhor com esses indivíduos (até no sentido de ajudá-los).

Ao contrário do que se pensa, o convívio intenso pode atrapalhar na percepção daqueles que nos fazem mal – nos restando sair de perto.

 

Alguns perfis de pessoas tóxicas:

1- FOFOQUEIROS

Difícil resistir a eles pelas informações que podem trazer. Afinal, curiosidade é do ser humano. O problema é que aquele que traz, também leva.

2- BAJULADORES

Elogios são bons para o ego, mas não necessariamente úteis. Além disso, elogios excessivos podem mascarar uma inveja oculta.

3- EGOÍSTAS

As pessoas ao nosso redor devem ser altruístas. Os egoístas são desleais e têm seu interesse pessoal acima de tudo, não medindo esforços para se darem bem.

4- PESSIMISTAS

Disseminam energia negativa ao ambiente. Por serem incapazes de realizar algo, transferem essa frustração para você, fazendo você acreditar que também não é capaz.

5- ADVOGADOS DO DIABO

Raramente advogam em prol de outra coisa que não seu próprio ponto de vista. Não querem ouvir sua opinião. Elas querem ouvir a opinião deles saindo da sua boca.

6- EGOCÊNTRICOS

Pensar que o mundo gira ao próprio redor é a principal característica dessas pessoas – que têm pouca ou nenhuma crítica. Egocêntricos ficam tão centrados em si que dificilmente sentirão sua falta.

7- ULTRASSOCIAIS

Fazer contatos é importante, mas não pode ser um estilo de vida. A popularidade também não é problema, mas é questionável quando parece prioridade na vida da pessoa.

8- CARENTES

A carência beira ao egoísmo, já que essa pessoa ignora se você está disponível, sempre te demandando. O amigo verdadeiro não cobra tempo. Aliás, amizade e cobrança não combinam.

9- DERROTADOS

São sem propósito ou ambição e que não se incomodam com isso. Seja rodeado daqueles que têm projeção na vida e que buscam evolução. Isso é contagiante, agrega valor positivo e te faz crescer.

Por fim, é importante não taxarmos as pessoas de uma maneira muito rígida. Em paralelo, devemos entender que somos seres complexos e com diversos traços de personalidade.

 

Dr. Helio Fádel
Psiquiatra Clínico e do Esporte